ELO JOB o novo método para subir de elo no League Of Legends

O termo elojob ou eloboost é utilizado para se referir quando alguém paga para outra pessoa jogar através da sua conta online e assim subir a sua classificação em um determinado jogo. Este tipo de trabalho costuma ser realizado pelos melhores jogadores, que trocam um pouco de seu tempo e de suas habilidades virtuais por dinheiro na vida real.

A prática é muito comum entre os gamers e lucrativa para quem vende os seus serviços. No entanto, o elojob é contra as regras, considerado um cheat, e pode levar ao banimento dos jogadores (tanto dos que compram, quanto dos que vendem) caso descoberto. No entanto isto dificilmente ocorre e o mercado de empresas que oferecem este serviço se torna cada vez mais lucrativo.

Diego Trindade, especialista em gaming e fundador da startup Elojob High revela mais detalhes sobre o elojob: “O elojob não é tipificado como crime no mundo real, nem no virtual. É algo realmente muito comum no universo gamer, mas não consta nas regras dos jogos em geral. Muitos recorrem ao elojob para não prejudicar o seu time, em jogos de equipe, já que ele não vai conseguir jogar no mesmo nível dos demais jogadores se estiver em um nível mais baixo”.

Startup fatura alto com elojob

O mundo virtual tem se apresentado como uma nova e surpreendente forma de ganhar dinheiro. A Elojob High é uma dessas startups que surgiu em 2012 e hoje fatura um milhão de reais jogando partidas de games famosos como League of Legends para seus clientes.
Site da Elojob High – Foto: Reprodução

Segundo seus fundadores, o seu diferencial em relação a outras empresas do ramo foi criar um sistema para controle dos elojob realizados: “a empresa cadastra os boosters (termo utilizado para se referir aos jogadores profissionais que trabalham para a empresa). Quando o cliente faz a sua compra, ele escolhe a sua posição atual no jogo e a posição que deseja obter. O sistema automaticamente faz um cálculo em cima dessas informações e já mostra o valor que o cliente deve pagar. Quando o cliente realiza o pagamento. Então o sistema libera o seu pedido para os boosters (jogadores), que acesso aos dados do cliente. Ao alcançar a posição desejada, ele ganha uma porcentagem em cima da venda, que pode variar de acordo com cada serviço.

Preços

Diego revela os preços cobrados pelos serviços de elojob: “os serviços podem variar entre R$ 15,00 até R$ 2.000,00. Quanto mais baixa a sua posição no ranking e mais alta for a posição desejada o serviço fica mais caro. Atualmente a Elojob High recebe entre 40 a 50 serviços por dia, com faturamento diário médio de R$ 5.000,00. Em média, cada booster (jogador) consegue ganhar por mês cerca de R$ 2.500,00 até R$ 5.000,00, embora alguns jogadores consigam ultrapassar esse valor”.
Foto: Reprodução

Privacidade e segurança

Os representantes da Elojob High garante que toma todos os cuidados ao escolher os seus boosters (jogadores), para garantir que a conta do cliente não tome nenhuma penalização, e também para proteger a privacidade e os dados de cada um de seus clientes: “Há anos que não temos problemas com banimento de contas, e quando isso ocorreu, demos outra conta para o cliente com alto posicionamento no ranking. Como consequência deste profissionalismo e seriedade, estamos em expansão, contratando jogadores, que podem entrar em contato conosco pelo site da empresa e se candidatar às vagas em aberto”.

https://elojobhigh.com.br